Notícias

Após debates tensos sobre permuta, Câmara ganha por doação, terreno para construção da sede

Data: 13 de Setembro de 2017

A tensa sessão da Câmara Municipal de Vereadores, nesta quarta-feira, 13, que teve como uma das principais pautas de votação a permuta de um terreno para construção da sede própria da Câmara Municipal terminou com o empresário José Gonçalves (Zé de Zaqueu), fazendo a doação de uma área de terra de 880 metros quadrados no bairro Riachinho para a edificação do prédio.

Em 2012, por volta do mês de dezembro, o então presidente da Casa Legislativa, Luiz Luciano, havia adquirido um terreno para a construção da sede da Câmara, próximo ao CREVA, numa área central da cidade. De lá para cá, não foi possível regularizar a documentação do terreno que está em processo de usucapião.

Uma das bandeiras do Presidente da Câmara na atual legislatura, Alan Salviano, é a construção da sede. Para isso, desde o início da gestão à frente da Mesa Diretora, a Câmara Municipal vem economizando recursos financeiros que já acumulam quase R$ 200.000,00. Como o terreno apresentou essas pendências documentais, o prefeito Zé Helder (PMDB) entendeu que poderia haver a permuta. Foi aí que surgiu a proposta de trocar o terreno inicial por outro terreno, com área maior, no bairro Riachinho.

Os vereadores da oposição interpretaram a proposta como favorecimento, podendo ter indícios de atos de corrupção, se posicionaram contra e entraram com requerimento pedindo que a matéria fosse retirada da pauta.

O pedido da oposição foi endossado pelo vereador do PT do B, Dr. Márcio Henrique, que fez ferrenho discurso contra a permuta, questionado laudos do terreno, subvalorizarão da área já existente em detrimento do terreno da permuta e alegou zelo com a coisa pública para fundamentar seu ponto de vista.

O presidente da Câmara Alan Salviano (PMDB), indeferiu o requerimento, usando argumentos do Regimento Interno da Câmara Municipal. O vereador sustentou que o requerimento não juntava nenhuma prova dos fatos relatados e que se viesse a aceita-lo, seria como a contribuir com a tese da oposição que disse não ter nenhuma fundamentação. O presidente reafirmou que seu único objetivo era construir a sede da Câmara Municipal.

Depois de muita discussão, o empresário Zé de Zaqueu tomou uma decisão que mudou toda a história do caso, ao doar uma área de 880 metros no bairro Riachinho para construção do prédio da Câmara Municipal.

Zé de Zaqueu é o empresário dono das terras da permuta. O terreno próximo ao CREVA, mede 880 metros quadrados e a troca seria por um terreno de 1.330 metros quadrados. Como a proposta da permuta não passou, o empresário fez a doação de 880 metros quadrados.

Para Zé de Zaqueu, a construção do prédio da Câmara naquela área valoriza o bairro que já conta com delegacia de polícia, importante instituição de ensino e também há a possibilidade da construção da sede do fórum e ainda de uma unidade do CAPS.

O Presidente da Câmara Municipal, Alan Salviano, agradeceu o gesto do empresário pela doação do terreno e botou em votação a proposta da permuta, já que era sua obrigação encerrar o processo. A oposição – Michael Martins (PT), Professora Dedê (PC do B), Pedro Bitu (PSDB), Marcelo Fledson (PSD), Ribamar da Topique (PRB), votou contra a permuta com o voto do vereador Dr. Márcio Henrique (PT do B).

Os situacionistas – Presidente Alan Salviano (PMDB), Vice-Presidente – Dra. Luciana (PV), 1º Secretário Antônio Alcântara (PT), 2º Secretário Dedé da Topique (PT do B), Kleiton do Bar (PMDB) e José Dener (PMDB) votaram a favor da permuta. A proposta foi rejeitada, já que necessitava de 2/3 para sua aprovação.

Fonte: Várzea Alegre agora

 

Deixe seu comentário

Câmara Municipal de Várzea Alegre

Localização

Rua São Vicente , 175
Centro - 63.540--00
Várzea Alegre - CE
camarav.a@hotmail.com

Redes Sociais